Oii gentee! Tudo bem com vocês? Hoje vou falar sobre um assunto que tem feito parte da minha vida durante muito tempo, e decidi compartilhar aqui com vocês. Vou contar pra vocês toda a minha história de aprendizado da língua inglesa.
Hoje também estarei começando uma série onde dou dicas de como aprender, praticar e melhorar o inglês, ajudando principalmente quem está tentando estudar sozinho. Bom, espero que gostem. Vamos lá!




É claro que o Brasil sofre forte influência norte americana então esse não é realmente meu primeiro contato com língua, mas a primeira vez que estudei inglês foi na minha escola, no ensino fundamental onde eu aprendi o verbo to be. Rsrsrsrs A minha escola era ótima mas em relação a outras línguas só tínhamos acesso ao básico do básico da língua inglesa. Não sei as cidades de vocês, mas pelo menos na minha é impossível você sair com uma segunda língua das escolas. E acredito que essa seja uma realidade em nível nacional, ao contrário de outros países onde realmente ensinam inglês nas escolas, terminando o ensino médio bilíngue.




Quando fiz 14 anos, eu entrei num curso de inglês de uma escola pequena perto da minha casa. Fiz o intensivo, e pagava uns 70,00 reais por mês. A escola era bem pequena, e não tinha muitos recursos, mas acredito que aproveitei o máximo dela. Eu sempre ficava lendo a lista de verbos irregulares, vocabulário e tudo mais que a professora pudesse me fornecer, acredito que valeu a pena sim, mas estudei lá por um ano e não conseguia melhorar meu listening, nem meu speaking. Além de que eu tinha muita vergonha de treinar speaking. Mas enfim, acho que nessa época eu não estava mentalmente preparada para me disciplinar e aprender inglês, porque eu ainda acreditava que bastava ir as aulas, e não é assim, você precisa focar toda a sua rotina no inglês.


Black Women Art

Seis anos depois sem contato nenhum com inglês eu decidi que eu precisava aprender o mais rápido possível, já que a carreira que escolhi requer fluência em inglês, e me perguntei o que eu poderia fazer para aprender muito rápido e compensar todos esses anos perdidos sem praticar.
Separei um tempo de estudo diário, abordando uma habilidade diferente a cada dia. E os meus hobbies foram traduzidos para o inglês, ou seja, eu lia livros em inglês, via filmes legendados e escutava música em inglês acompanhando a letra. Mas estudar sozinha nesse ritmo não era o meu forte, é claro que é possível, mas eu precisava de uma rotina para não desanimar. Então comecei a pesquisar cursos.




E começa a minha busca por um curso com um bom custo-benefício e que tivesse um foco maior na fala! Foi uma busca incansável, eu tinha uma poupança guardada proveniente do meu último trabalho então pude pagar um curso com as exatas condições que eu desejava. Acredito que todas as escolas sejam muito boas, mas a que atendeu todos os meus requisitos do speaking e listening, teve um melhor custo-benefício e me ofereceu diversas facilidades de troca de horário foi a Wise Up.




Eu finalmente entendi que o aprendizado do inglês não depende do curso, mas sim do meu esforço. É claro que o curso ajuda muito, mas chegar na aula cheia de duvidas porque você estava estudando em casa, é muito mais proveitoso. Hoje estou no Advanced 1, e estou quase terminando o curso com uma sensação de sonho realizado. Recomendo a Wise Up, eles são incríveis, meus professores são maravilhosos, as facilidades são muito interessantes e eu estou muito feliz de estar lá.

Esse foi um resumo da minha história com o inglês. Nos próximos posts vou contar mais dos aplicativos, sites e tudo mais que possa ter me ajudado. Espero que tenham gostado! Me contem quais as suas dificuldades com o aprendizado da língua inglesa e vou tentar ajudar de acordo com minha experiência!

Beijos!

21 comentários

  1. Eu tenho muita facilidade no Inglês, é sem dúvida uma mais valia! Muitos parabéns pelo seu esforço e dedicação!
    Beijinhos!
    Sparkling Bronze

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Cláudia! Realmente vale super a pena ter o inglês e fico muito feliz que você tenha facilidade com a língua! Beijos

      Excluir
  2. Sempre tive dificuldade com o inglês. Memorizo a escrita, mas a pronúncia é terrível pra mim. Não fui dedicada e esforçada como você. Gostei muito desse post. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho Cidália! A pronúncia é complicado mesmo porque a maioria das sonoridades são diferentes das nossas, recomendo ver filmes legendados e séries, ajuda muito nessa parte! Bjos linda

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Que legal, adoramos o post. É meio complicado né? Você arrasa nos adoramos ♥ ♥
    yeahvouarrasar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada lindas! É meio complicado sim, mas com um esforço e foco nós conseguimos. Beijos

      Excluir
  5. Amei o post, na minha escola só aprendi to be, todos os anos era to be kk. fiz alguns cursinhos, mas fluente nunca consegui ser e nem perto disso, tenho dificuldade de formar frases por causa de algumas regrinhas, tem um tempo que parei de estudar, aqui na cidade que resido hoje não tem um curo bom mas vou pesquisar mais. Beijos
    http://www.charme-se.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada linda! Te entendo totalmente, as regras são meio difíceis de decorar, mas quando você se forçar a produzir textos e a falar bastante (falar sozinha mesmo) ajuda a se familiarizar melhor com a língua! Continue pesquisando, mas lembre-se que o seu inglês não depende só do curso, mas sim de você. Beijos

      Excluir
  6. Já fiz a Wizard e gostei bastante também... Muito mais pelo professor, que virou um amigão da turma então nos ajudava muito, além da aula. Às vezes terminávamos o horário da aula e continuávamos do lado de fora, isso estimulava muito. Fora outros idiomas que ele nos apresentou gratuitamente.
    Sou melhor na leitura em inglês... Ainda tenho que vencer essa luta e aprender de vez!! :)
    Beijosssss!! www.cerejabranca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito legal quando o professor nos incentiva, não é mesmo? Espero que essa vontade de aprender inglês se fortaleça novamente. Beijos

      Excluir
  7. Nossa , eu preciso ter essa atitude. Minha maior dificuldade é na pronúncia. Sempre ouso música em inglês e tento acompanhar. Amei esse post. Vou esperar ansiosa pelos outros, sobre esse tema. bjs Taynra Mello

    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Taynara! Continue fazendo o que faz e tente ver filmes e séries legendados, isso me ajudou muito! Beijos

      Excluir
  8. Muito bom este artigo com dicas para quem quer apreender! Obrigada pelo seu comentário no meu blogue. Estou seguindo seu lindo blogue no GFC ;) Beijokas
    http://cocojeans.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho Marisa! De nada linda!

      Excluir
  9. Eu sou louca pra aprender Inglês preciso rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é necessário ter inglês hoje em dia. Mas é só focar nisso que você consegue mais tarde darei mais dicas para você praticar e melhorar aos poucos o seu inglês. Beijos

      Excluir
  10. Que legal pena que tenho muiiita dificuldade com essa língua estrangeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nathy! Mesmo que você tenha dificuldade nao significa que você não consiga aprender, significa apenas que você pode levar mais tempo para aprender. Tudo depende de você. Boa sorte flor

      Excluir
  11. Preciso tomar vergonha na cara é aprender....
    É o meu sonho....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Keila! Você pode inserir o inglês na sua rotina para ficar mais fácil de ter contato com a língua e te motivar sempre! Mas tarde darei algumas dicas sobre isso! Beijos

      Excluir